Redes Sociais

Índia

Relatório chocante revela níveis extremos de perseguição aos cristãos na Índia

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

Líderes governamentais na Índia receberam recentemente um aviso severo da Comissão Americana de Liberdade Religiosa Internacional (USCIRF) em seu relatório anual sobre o estado da liberdade religiosa em todo o mundo.

O relatório ressalta a Índia por sua aparente falta de preocupação e / ou ação contra o aumento da perseguição violenta contra os cristãos na nação, e em estado de pobreza. Igrejas estão sendo destruídas, pastores são espancados, Bíblias são queimadas – enquanto o governo fecha os olhos para a violência. Esse abuso chocante de cristãos (e muçulmanos) não está tendo a merecida atenção das comunidades internacionais, nem do governo indiano; este relatório espera pressionar os líderes da Índia e causar mudanças positivas.

Perseguição aos cristãos na Índia

A Índia hinduísta ficou em 10º lugar na Lista Mundial da Perseguição aos cristãos de 2020 (LMP), o mesmo da LMP de 2019. Lugar no ranking à frente de países islâmicos como a Nigéria, Arabia Saudita, e Malásia, e a China comunista. O fato da pontuação (com 83 pontos) parecer estar se nivelando não significa que podemos esperar melhoras para os cristãos em breve – na verdade, o futuro não parece nada bom. Ter a mesma pontuação do ano passado é mais uma indicação de que o nível de cristãos sendo perseguidos na Índia continua extremo. Desde que o atual governo do primeiro-ministro Narendra Modi (BJP) chegou ao poder, em maio de 2014 (e foi reeleito para um mandato ainda maior em maio de 2019), a posição da Índia na LMP subiu. Radicais hindus aumentaram os ataques e o nível de impunidade é muito alto.

Todos os cristãos estão passando por perseguição na Índia, uma vez que os radicais hindus os veem como alienados à nação. Eles querem limpar o país do islamismo e do cristianismo e não se esquivam de usar a violência para isso. Converter-se ao cristianismo – quando se vem de uma família hinduísta – é suportar o peso da perseguição na Índia e estar constantemente sob pressão para retornar ao hinduísmo. Muitas vezes, os cristãos ex-hindus são agredidos fisicamente e até mortos.

Desde que Narendra Modi assumiu o poder, em maio de 2014, o nível de perseguição aos cristãos subiu dramaticamente. Apenas falar sobre a fé cristã para um grupo maior de familiares é agora considerado como uma forma de evangelismo. A intolerância cresceu nos últimos cinco anos. Apenas revelar a fé cristã pode ser considerado como evangelismo aos olhos dos radicais hindus.

Leia também: Índia: A perseguição aos cristãos no Governo de Narendra Modi

Tornar a Índia completamente hindu

Dan Andros, da Faithwire, conversou com Todd Nettleton, apresentador da Rádio Voz dos Mártires (VOM), sobre o esforço perturbador de tornar a Índia completamente hindu.

Você pode assistir à entrevista (em Inglês) abaixo, que mostra imagens chocantes da perseguição dos cristãos na Índia:

Crédito do vídeo: CBN News e Voz dos Mártires.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »
alan correa criação de sites