Redes Sociais

China

Morre médico de Wuhan que trabalhou com Dr. Li Wenliang, o médico que alertou o mundo sobre o coronavírus

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

Hu Weifeng, urologista do Hospital Central de Wuhan, na China, morreu na sexta-feira, 29 de maio. O urologista de Wuhan trabalhou com o médico denunciante Li Wenliang, que alertou seus colegas no final do ano passado sobre o surto do coronavírus chinês. Em fevereiro deste ano, Li teria morrido de Covid-19, de acordo com a mídia estatal chinesa CCTV.

Hu Weifeng é o sexto médico do Hospital Central de Wuhan a morrer.

O Hospital Central de Wuhan ainda não deu uma declaração formal sobre a morte de Hu. No início de fevereiro, o hospital informou que cerca de 68 funcionários haviam contraído o coronavírus chinês.

Wuhan é a cidade onde o coronavírus chinês apareceu pela primeira vez, em 2019. Devido à falta de transparência do Governo do Partido Comunista Chinês, pouco se sabe sobre a origem do vírus e em qual mês exatamente o vírus chinês começou a ser disseminado.

Li Wenliang

No final do ano passado, o médico oftalmologista de 34 anos, Li Wenliang, postou em um grupo de aplicativo de médicos que um vírus do tipo SARS havia infectado sete pacientes, após eles visitarem um mercado em Wuhan. Li alertou os colegas de que o vírus provavelmente se espalharia rapidamente e em pouco tempo. Logo em seguida, o ele foi ameaçado pelo governo comunista chinês.

o médico Li Wenliang.

A polícia chinesa o prendeu por “espalhar boatos”,  depois que capturas de tela de seu aplicativo apareceram na internet. Após uma repreensão pelas autoridades do governo a parar de “fazer comentários falsos”, o médico foi autorizado a voltar ao trabalho, e supostamente, teria adoecido.

A BBC News informou que autoridades o acusaram de “ter perturbado gravemente a ordem social”. Eles lhe apresentaram na época uma carta oficial, afirmando:

“Nós o advertimos solenemente: se você continuar sendo teimoso, com tanta impertinência e continuar essa atividade ilegal, será levado à justiça – isso é compreendido?”.

Após ser diagnosticado com a doença em janeiro, ele foi elogiado nas mídias sociais chinesas como um herói por se manifestar antecipadamente.

De acordo com o governo comunista chinês, ele teria morrido após adquirir o coronavírus. Sua morte foi confirmada pela Organização Mundial da Saúde durante uma coletiva de imprensa sobre o vírus.

 

 

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »
alan correa criação de sites