Redes Sociais

Mundo

Sufocado pela imigração ilegal, Texas decide não receber refugiados em 2020

Guilherme L. Campos

Publicado

em

Sufocado pela imigração ilegal, Texas decide não receber refugiados em 2020 16
O governador do Texas Greg Abbott | Divulgação | Conexão Política

O Texas se tornou o primeiro estado americano a optar por não receber novos refugiados no ano fiscal de 2020. A decisão vem após o presidente Donald Trump ter expedido uma ordem executiva em setembro do ano passado dando aos estados e condados autonomia para decidir se desejam ou não abrigar refugiados. A decisão, segundo o governador texano Greg Abbott (R), não impede que refugiados sigam para o Texas após já terem se estabelecido em algum outro estado americano por algum tempo.

“O Texas é um dos estados mais acolhedores para refugiados que procuram escapar de perigos no exterior”, escreveu o governador do Texas, Greg Abbott, em uma carta de 10 de janeiro ao secretário de Estado Mike Pompeo.

Abbott disse ainda que o estado do Texas recebeu 10% de todos os refugiados nos Estados Unidos nos últimos 10 anos e que ao mesmo tempo teve de lidar com questões imigratórias totalmente desproporcionais com a entrada de ilegais pela fronteira do estado com o México.

Como funcionava antes

Antes da decisão de Trump que descentralizou a decisão sobre refugiados para os estados e condados, o Departamento de Estado era quem atribua cada refugiado para uma das nove agências (ONGs) responsáveis pelo assentamento de cada um deles; as ONGs, por sua vez, designavam qual estado receberia cada um dos imigrantes. As organizações responsáveis pela escolha do local de assentamento eram a Church World Service, Ethiopian Community Development Council, Lutheran Immigration & Refugee Service, Episcopal Migration Ministries, U.S. Committee for Refugees and Immigrants, United States Conference of Catholic Bishops, Hebrew International Aid Society (HIAS), World Relief, e International Rescue Committee.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Católico, Conservador, Correspondente Internacional, Observador Político e criador do 'The Right Talking'. Atualmente vive no estado da Pensilvânia, Estados Unidos.

Parceiros

alan correa criação de sites