Redes Sociais

EUA

Wall Street fecha em alta após pronunciamento de Trump sobre o Irã

Thaís Garcia

Publicado

em

Wall Street fecha em alta após pronunciamento de Trump sobre o Irã 15
Imagem: Colagem

A bolsa de valores de Nova York fechou em alta nesta quarta-feira (8), após o discurso do presidente americano, Donald Trump, sinalizando que os EUA não buscam por novos ataques ou pela escalada nas tensões, mas estão prontos para a paz.

Em seu discurso, o presidente americano afirmou que não houve americanos feridos durante a ação militar contra o Irã, após o ataque com mísseis iranianos a alvos dos EUA no Iraque. Ele também enfatizou que o Irã parece estar recuando, o que é bom para todas as partes envolvidas e para o mundo.

Leia o discurso de Trump na íntegra neste link.

O índice Dow-Jones terminou 0,6% mais alto, com 28.745,09 pontos. O amplo S&P 500 subiu 0,5%, para 3.253,05 pontos, e o medidor de nível de tecnologia Nasdaq, subiu 0,7%, para 9.129,10 pontos.

Petróleo
Os preços do petróleo caíram acentuadamente devido às palavras de Trump. O preço do barril de petróleo americano caiu 3,8%, para US $ 60,32, e o petróleo Brent, 3%, para US $ 66,20.

Os preços do petróleo haviam aumentado acentuadamente desde sexta-feira (3), após a neutralização de Soleimani, em parte, devido à especulações de novos ataques iranianos de retaliação aos campos de petróleo sauditas e navios petroleiros no Golfo Pérsico.

Os produtores de petróleo, como Chevron e ExxonMobil, perderam até 1,5%, enquanto os provedores de serviços de petróleo, como Schlumberger, Halliburton e Transocean, foram reduzidos em 7%. As empresas de defesa Lockheed Martin e Northrop Grumman perderam até 1,3%.

Empregos
Segundo a ADP, o emprego nas empresas americanas cresceu para 202.000 em dezembro do ano passado, enquanto os economistas haviam previsto apenas 160.000 empregos. O crescimento do emprego também foi acima do prognóstico em novembro.

Boeing
O fabricante de aeronaves Boeing registrou 1,8% no negativo, devido a um Boeing 737-800 da Ukraine International Airline que provavelmente foi abatido por um míssil no Irã, no dia do ataque iraniano às bases militares americanas. Nenhum dos 176 passageiros sobreviveu.

A bordo do avião estavam 82 iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos, 10 suecos, 4 afegãos, 3 alemães e 3 britânicos. A lista dos nomes dos passageiros ainda não foi divulgada.

O Irã negou à Ucrânia a entrega da caixa-preta do avião para que as investigações pudessem ser iniciadas, o que aumenta a suspeita de que o avião foi abatido pelo regime iraniano.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

alan correa criação de sites