Redes Sociais

Política

Doria contraria CBF e veta retorno parcial de torcida aos estádios em SP

Marcos Rocha

Publicado

em

Governo de SP | Divulgação

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quarta-feira (23) que não permitirá a volta de parte dos torcedores aos estádios de São Paulo a partir de outubro, como pretende a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

De acordo com o governo estadual, a decisão foi baseada após recomendação feita pelo Centro de Contingência do Coronavírus em SP, que votou de forma unânime pela não realização de jogos com público nos estádios.

“O comitê concluiu, em reunião ontem, que o cenário atual da pandemia em São Paulo não permite a retomada de público em eventos associados a grandes aglomerações, como partidas de futebol e de qualquer categoria”, disse o coordenador José Medina, justificando a decisão.

Segundo João Doria, o estado não pode ter pressa para liberar a realização de eventos. “Aqui em São Paulo não há pressão política, econômica, partidária, assim como não há do esporte”, declarou o tucano.

Por causa da pandemia do vírus chinês, os jogos de futebol chegaram a ser suspensos em todo o país.

Em São Paulo, as competições retornaram em julho, mas os jogos são realizados sem a presença de público e somente em estádios de cidades paulistas que se encontram na Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo. Neste momento, todo o estado de São Paulo se encontra nessa situação.

Nesta semana, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) teve aprovada, pelo Ministério da Saúde, a sua proposta de retorno de parte do público aos estádios de futebol do país a partir de outubro (leia AQUI).

O Ministério da Saúde concordou com o retorno de até 30% da capacidade de público, com a condição de que cada estado e município realize seus protocolos e adote as medidas sanitárias adequadas para receber esses torcedores.

Amanhã, quinta-feira (24), a CBF vai se reunir com os clubes da série A do Campeonato Brasileiro para decidir sobre o retorno dos torcedores. A entidade disse que também pretende conversar com as autoridades estaduais e municipais.

Editor-chefe do Conexão Política; residente e natural de Campo Grande/MS | FALE COMIGO: [email protected]

alan correa criação de sites