Redes Sociais

Brasil

Profissionais do programa “Mais Médicos” serão livres

Douglas Santos

Publicado

em

O presidente da República Jair Bolsonaro disse na manhã desta quinta (14), pelo Twitter, que os médicos brasileiros que aceitaram o desafio de compor o “Mais Médicos” receberão seus salários de forma integral e terão a liberdade necessária para uma vida digna.

No final de 2018, Cuba decidiu decidiu sair do programa social, citando “referências diretas, depreciativas e ameaçadoras” feitas pelo até então presidente eleito.

Após isso, o Ministério da Saúde realizou uma campanha para que médicos brasileiros ocupassem as vagas deixadas pelos cubanos — as últimas foram ocupadas nesta quarta (13) por brasileiros formados no exterior, conforme noticiou o Conexão Política.

O presidente do Brasil disse:

Meses atrás exigimos que a ditadura cubana revisse as regras impostas aos profissionais cubanos participantes do Mais Médicos, que recebiam apenas uma pequena parte de seus salários e não tinham liberdade para ver seus familiares. De forma irresponsável, Cuba suspendeu sua participação subitamente, colocando em xeque o caráter humanitário do acordo feito com o PT. Oferecemos asilo aos que cidadãos queriam ficar em nosso país. A esquerda mesmo assim poupou a ditadura e colocou na conta do novo Governo. Esta falta de sensibilidade e os milhões que ficariam sem atendimento.”

E ainda completou:

“O Ministério da Saúde, porém, agiu rapidamente e as vagas deixadas foram preenchidas – as últimas nesta quarta (13) por brasileiros formados no exterior.Eles receberão seus salários de forma integral e terão a liberdade necessária para uma vida digna. A resposta para quem torce contra o Brasil é o trabalho. Vamos em frente!

CONTATO: [email protected] | Natural de Manaus, estudante de Ciências Econômicas e editor do Conexão Política.

Publicidade
4 Comentários

4 Comments

  1. Avatar

    Edy Roy

    19.02.2019 at 02:57

    REDESCOBRIMENTO DO BRASIL NO DIA 1º DE JANEIRO DE 2019!!!
    DIA DE FESTA!!!

  2. Avatar

    Felipe

    14.02.2019 at 20:03

    Como o texto diz, só os brasileiros escolheram as vagas, os cubanos ficarão livres e terão qual salário integral se nenhum ficou no programa?

    • Avatar

      Edy Roy

      19.02.2019 at 02:55

      Deus do céu… CUBA É UMA VERGONHA!!!
      Agora no “Mais Médicos” não t:em mais médicos escravos… simples assim! Gente com vida normal!
      É MUITO DIFÍCIL PARA UM COMUNISTA QUE TEM A MENTE CORROMPIDA ENTENDER ISSO!

  3. Avatar

    Alberto de Araujo

    14.02.2019 at 19:11

    Gol de placa. Uma bofetada de luvas nos petistas.Um cala boca nos esquerdistas bolivarianos.O país se redescobre. PTNUNCAMAIS!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites