Redes Sociais

Brasil

Afinal, quando a economia e o meio ambiente andam juntos?

Aplicativo ‘Bem Aki’ promove a união entre empreendedorismo e sustentabilidade.

Redação

Publicado

em

©ConexãoPolítica

Nos últimos dias, o Conexão Política tem publicado uma série de reportagens sobre os desafios econômicos trazidos pela pandemia de Covid-19. A doença, que assola o Brasil e o mundo há mais de um ano, trouxe consigo a imposição de diversas medidas restritivas na tentativa de reduzir a transmissão do vírus.

Os negócios precisaram se reinventar e as empresas buscaram meios alternativos para continuarem funcionando. Mesmo que o poder público tenha adotado providências para garantir a manutenção desses empreendimentos, a exemplo da Medida Provisória 992/20, editada pelo presidente Jair Bolsonaro, que criou o programa Capital de Giro para Preservação de Empresas (CGPE), infelizmente houve quem não suportasse o duro baque trazido pelo fechamento da economia.

Se, por um lado, os consumidores permanecem mais tempo em casa e, consequentemente, mais tempo conectados na web, por outro, as empresas que sobreviveram à interrupção das atividades também precisaram investir em marketing digital para ‘pescar’ a atenção desses novos clientes.

Arquivo | Reprodução

Apesar de toda a tristeza em torno das vítimas causadas pelo novo coronavírus e também dos negócios que faliram durante esse período, algumas coisas precisam ser exaltadas em meio às notícias ruins. As vantagens que a modalidade de comércio online trouxe para a manutenção da economia, por exemplo, já foram abordadas pelo Conexão Política em outros dois artigos (clique AQUI e AQUI para ler).

O que muitos não percebem é que, diante de todas as dificuldades da crise sanitária e econômica, o meio ambiente foi, em maior ou menor grau, beneficiado na fauna e flora silvestres. Na visão do professor Fabrício Alvim Carvalho, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), é preciso refletir acerca dos impactos do atual momento perante a natureza: “É nítida a diminuição da exposição humana à poluição ambiental; consequentemente, diminui-se também os problemas respiratórios relacionados. De certa maneira, também é positivo para a fauna silvestre, igualmente exposta a essas elevadas concentrações de gases.”, declarou.

Mas essa não é uma exclusividade do Brasil. Na Índia, por exemplo, o 2º país mais populoso do mundo, com 1,4 bilhão de habitantes, o Conselho Central de Controle de Poluição (CPCB) do país constatou uma alteração significativa na qualidade do ar, que melhorou em torno de 33% entre os dias 16 e 27 de março.

Diante de tudo isso, você já imaginou se houvesse uma alternativa que contribuísse com todas essas qualidades citadas acima? E se existisse um negócio que não apenas considerasse a importância do meio ambiente mas também priorizasse a necessidade de manutenção da economia? A boa notícia é que já existe uma opção bastante popular no Brasil.

Arquivo | Reprodução

Com o avanço da Internet e outras tecnologias, uma crescente parcela da população decidiu comercializar produtos seminovos e usados como forma de gerar uma ‘receita extra’. O surgimento de plataformas que promovem a compra e venda desse tipo de negócio fez o Conexão Política pesquisar sobre como funciona esse segmento – que já é tendência no exterior e vem ganhando força em nosso país – impulsionado pelo ‘aperto’ causado pela pandemia.

Nossa equipe analisou o aplicativo ‘Bem Aki’, uma das plataformas de compra e venda de usados e seminovos mais rentáveis do país, que tem disparado e ganhado projeção nos últimos meses.

Segundo apurou o Conexão Política, a plataforma ‘Bem Aki’, criada há pouco mais de 3 anos, já ultrapassa a marca de 120 mil downloads nas principais plataformas digitais de smartphones. O App está disponível gratuitamente para celulares Android e iOS.

Além de ajudar a fazer com que a chama da economia se mantenha acesa, o meio ambiente também é beneficiado com a ferramenta ‘Bem Aki’. Por meio da revenda (reciclagem) de produtos, o App se tornou um excelente incentivo ao consumo consciente e ao auxílio na sustentabilidade com a diminuição da produção de bens não necessários. Tudo isso, claro, ocasiona melhora na qualidade de vida da população e ajuda a manter os ambientes verdes nas cidades.

O App é muito viável. Se você deseja ter uma receita extra no final do mês, pode ser uma boa alternativa. Diante da crise, os brasileiros cada vez mais estão percebendo que possuem ‘pequenas fortunas’ dentro de casa, muitas vezes sem uso. Dentre tantos aplicativos, o ‘Bem Aki’ se destacou em nossa análise, pois além de gerar retorno financeiro aos consumidores, também ajuda a ampliar o ciclo de vida dos produtos e oferece a oportunidade de que serviços sejam anunciados de forma útil, eficaz e sustentável.

Para fazer o download do App, que foi analisado, testado e aprovado pela equipe do Conexão Política, basta clicar nos links abaixo, de acordo com o sistema operacional do seu celular!

Dispositivo Android

Dispositivo iOS

Conexão Política é um jornal digital inteiramente compromissado com a cobertura e análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | [email protected]