Redes Sociais

Brasil

Witzel é alvo de cinco pedidos de impeachment na Alerj; dois deles protocolados nesta quarta

Tiago Netto

Publicado

em

Fernando Frazão/Agência Brasil

Dois novos pedidos de impeachment foram protocolados na Assembléia Legislativa do Rio, contra o governador Wilson Witzel, nesta quarta (27). Os documentos têm como base as denúncias de desvios de recursos públicos que envolvem o governador, sua mulher, a advogada Helena Witzel, e compras feitas sem licitação pela secretaria estadual de Saúde.

Nos bastidores, a informação é que desta vez a cúpula da Casa dará prosseguimento aos pedidos. A expectativa é que todos os requerimentos sejam aglutinados ou um deles, mais fundamentado, seja acatado pela instituição e o processo encaminhado ao plenário para votação.

Um dos documentos protocolados hoje, com 63 páginas, pedindo o impeachment de Witzel é assinado por cinco deputados estaduais que apoiam o presidente Bolsonaro.

Márcio Gualberto (PSL), Dr. Serginho (Republicanos), Alana Passos (PSL), Filippe Poubel (PSL) e Anderson Moraes (PSL) fizeram o requerimento fundamentado por informações reveladas na Placebo, que realizou ontem 12 ações de buscas e apreensão no Rio e São Paulo, incluindo a residência oficial do governador do estado do Rio, o Palácio Laranjeiras.

No documento entregue à diretoria da Alerj, os deputados ressaltam “contratações desastrosas para o erário do estado, seja com relação ao Samu (serviço de ambulâncias), seja para compra de respiradores/ventiladores, seja para montagem e funcionamento dos hospitais de campanha, entre outros, todas sob perspectiva de dispensa de licitações”, segundo informações da revista Veja.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites