Redes Sociais

Mundo

Wikipedia censura editores que apoiam o casamento entre homem e mulher, diz site

Thaís Garcia

Publicado

em

Reprodução

Usuários voluntários que escrevem para a enciclopédia online gratuita Wikipedia foram informados de que não podem incluir “caixas de usuário” em sua página de perfil que discordem do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

A informação é do site Breitbart.

A matéria relata que uma minoria de editores de esquerda da Wikipedia argumentou que ficar contra o “casamento” homossexual era “discriminatório” e contra a política do site.

Uma ‘caixa de usuário’ ou ‘userbox é uma pequena caixa colorida que permite aos usuários adicionar pequenas mensagens em suas páginas de usuário que expressam suas crenças, interesses, habilidades, informações técnicas, atividades na Wikipédia ou apenas dizeres por diversão. Um exemplo dado durante a discussão foi a frase: “Este usuário acredita que o casamento é entre um homem e uma mulher.”

Exemplo de caixa de usuário do Wikipedia.

A maioria das caixas de usuário em questão são anteriores à decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos em 2015 e foram usadas por centenas de editores. Os editores que mostraram uma postura pró-LGBTQ não tiveram suas caixas de usuário excluídas.

Alguns defensores, por sua vez, sugeriram que as caixas de usuários que se opõem ao movimento Black Lives Matter também devem ser excluídas, de acordo com o Breitbart.

Um administrador até disse durante a discussão que considerava aceitável uma ‘caixa de usuário’ de apoio ao movimento BLM, afirmando que “Todas as Vidas Importam seria … profundamente problemática” em sua opinião.

Outro administrador conhecido como ‘Ad Orientem’, que é identificado em sua página de perfil como um conservador e cristão, se opôs a excluir apenas as caixas de usuário que se opunham ao casamento gay e disse que, se elas forem excluídas, o mesmo deve acontecer com aqueles que expressam apoio.

Quando um usuário afirmou que “a discriminação não é protegida pela liberdade de expressão”, o Ad Orientem respondeu: “Quem decide qual expressão é permitida e não? Sinto que entrei em um capítulo de 1984.”

O administrador também disse que os comentários hostis sobre o casamento tradicional (entre um homem e uma mulher) “representam uma tendência feia de condenar as opiniões dos outros como fora dos limites do pensamento aceitável, não importando que essas opiniões sejam defendidas pela vasta maioria das pessoas em todo o mundo e pelos seguidores da maior parte das principais religiões do mundo”.

O movimento unilateral da Wikipedia persuadiu Ad Orientem a renunciar ao seu cargo no site, de acordo com o The Christian Institute.

Em maio passado, o co-fundador da Wikipedia, Larry Sanger, declarou que a política de neutralidade do site estava “morta” devido ao viés político.

“A política original há muito tempo foi esquecida, a Wikipedia não tem mais uma política de neutralidade eficaz”, escreveu Sanger em seu site. “Há uma política reescrita, mas ela endossa o boato totalmente falido de que os jornalistas devem evitar o que chamam de ‘equilíbrio falso’. A noção de que devemos evitar o ‘falso equilíbrio’ é diretamente contraditória com a política de neutralidade original. Como resultado, mesmo quando os jornalistas se voltam para a opinião e o ativismo, a Wikipedia agora apregoa pontos de vista controversos sobre política, religião e ciência.”

A Wikipedia ainda possui uma declaração em seu site que diz: “A Wikipedia não é uma fonte confiável. A Wikipedia pode ser editada por qualquer pessoa a qualquer momento. Isso significa que qualquer informação que ela contenha em um determinado momento pode ser vandalismo, um trabalho em andamento ou simplesmente errada.”

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites