Redes Sociais

Últimas

“Vou cumprir a Constituição, sou firme e duro e cheguei ao ápice da minha carreira”, diz Aras

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Fabio Rodrigues | Pozzebom Agência Brasil

O procurador-geral da República, Augusto Aras, voltou a dizer que é um profissional firme e que vai cumprir integralmente a Constituição Federal à frente da PGR.

“Continuo fiel à Constituição e às leis do País. Vou cumprir a Constituição”, afirmou Aras em entrevista ao “Conversa com Bial”, da TV Globo, que foi ao ar na madrugada desta terça-feira (02).

Nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro, cabe a ele decidir se dará prosseguimento ou não as investigações que apuram se o presidente tentou interferir politicamente na Polícia Federal, após relatos do ex-ministro da Justiça e Segurança, Sergio Moro.

Em determinado momento da entrevista, Pedro Bial perguntou sobre a nota emitida pelo presidente ao dizer que espera o arquivamento do inquérito. A nota foi emitida no mesmo dia em que ele visitou a sede da PGR.

Em respostas, Aras afirmou:

“Ocorre que é uma declaração unilateral. O presidente esqueceu de combinar comigo”, disse Aras.

O PGR não respondeu se dará prosseguimento à denúncia contra o presidente. Afirmou, no entanto: “sou firme e duro quando necessário”.

Aras também foi questionado se possui algum vínculo de amizade com o presidente.

“Na verdade, não sou amigo do presidente. Não temos relações de amizade. Temos relações de respeito”, rebateu.

Bial, então, voltou a falar sobre a visita recente de Bolsonaro ao gabinete do PGR.

“Todas as autoridades são recebidas de forma cordial, respeitosamente”, afirmou.

Por fim, ele foi questionado sobre o vídeo da reunião ministerial. Contudo, recusou-se falar sobre o tema.

“Não devo me manifestar e não vou adentrar ao conteúdo”, concluiu.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites