Redes Sociais

Alemanha

Volkswagen interrompe produção na Europa

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: EPA

A Volkswagen, a maior fabricante de automóveis do mundo, está encerrando as linhas de produção na maioria dos locais europeus devido ao coronavírus chinês. A produção será interrompida na próxima sexta-feira (20), após o último turno, anunciou o presidente da VW, Diess, na terça-feira (17). Por enquanto, a medida se aplica por pelo menos duas semanas.

Ontem, a PSA, controladora da Peugeot, Citroen e Opel, anunciou que fechará suas filiais europeias até 27 de março. Fiat Chrysler, Ford e Renault também fecharam fábricas.

Segurança

Nos últimos dias, as primeiras infecções por coronavírus chinês foram diagnosticadas entre os funcionários das filiais alemãs da Volkswagen. O conselho de empresa da VW está particularmente preocupado com o risco de contaminação nas linhas de produção onde as pessoas trabalham “lado a lado”. A distância exigida pelas autoridades de saúde não pode ser implementada lá.

A Volkswagen tem mais de 670.000 funcionários em todo o mundo. Medidas foram tomadas em muitos estabelecimentos para impedir a propagação do vírus. Por exemplo, as cantinas já estavam fechadas por precaução, de modo que os funcionários agora precisam trazer sua própria comida.

Demanda desabou

O fornecimento de peças da Espanha e da Itália está estagnado porque as fronteiras estão parcialmente fechadas. Na China, onde a VW havia fechado fábricas anteriormente por causa da epidemia, a situação está normalizando novamente, informou a cúpula da VW. A demanda por carros novos na China entrou em colapso; agora também é o caso na Europa e nos EUA.

Anteriormente, a VW  esperava que o volume de negócios aumentasse em 4% este ano.  No entanto, uma previsão confiável no momento não pode mais ser feita, disse um CEO financeiro da empresa.

 

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites