Redes Sociais

Irã

Vídeo: Irã converte navio cargueiro em navio de guerra com lançadores de mísseis

Thaís Garcia

Publicado

em

IRGC /Sepah News

Nesta quinta-feira (19), o Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica (IRGC) do Irã anunciou seu mais novo navio de guerra, um navio de carga oceânico convertido e equipado para transportar lançadores de mísseis, helicópteros e drones. O IRGC anunciou seu último navio de guerra depois que um oficial iraniano na terça-feira (17) ameaçou os EUA com uma “resposta esmagadora” se eles atacassem o Irã.

O site Sepah News, do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica, anunciou a inauguração do novo navio de guerra, conhecido como “Shahid Roudaki” ou “Martyr Roudaki”, durante uma cerimônia nesta quinta-feira com a presença do Comandante-em-chefe do IRGC, Major General Hossein Salami, e outros militares e funcionários nacionais. Em seu comunicado de imprensa, o IRGC enfatizou a capacidade do navio de realizar missões em mar aberto e afirmou que o navio estava equipado para ‘fornecer segurança para os carregamentos marítimos do Irã’.

O vídeo do navio ‘Shahid Roudaki’ mostra caminhões com mísseis, drones, lanchas menores do IRGC e um helicóptero pousado em seu convés.

O comunicado de imprensa do IRGC descreveu o “transatlântico” Shahid Roudaki como “um navio pesado, multifuncional e de longo alcance que é capaz de transportar e operar todos os tipos de aeronaves, drones e sistemas de mísseis, defesa e radar”.

“A Marinha do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica do Irã (IRGC) recebeu um navio de guerra marítimo capaz de transportar aeronaves. O navio de guerra local é denominado Rudaki”, anunciou o canal de TV iraniana ‘Press TV’ no Twitter.

O transatlântico convertido, de 150 metros de comprimento e 22 metros de largura, pesa 12.000 toneladas e vem equipado com mísseis superfície-superfície (SSM) e superfície-ar (SAM), além de um radar tridimensional difuso com matriz digitalizada eletronicamente. O Irã diz que o navio de guerra multiúso também é capaz de transportar helicópteros e drones.

Até agora, o poder da marinha do IRGC consistia em uma série de lanchas menores, que eles usaram principalmente em táticas de enxame para assediar navios. O IRGC executou principalmente suas táticas de enxame dentro do Golfo Pérsico, embora o IRGC enfatize a capacidade do novo navio de operar no oceano e disse que o novo navio de guerra fornecerá segurança aos navios de transporte marítimo do Irã.

O Irã já havia enviado navios marítimos, incluindo petroleiros, para países como a Venezuela, mas os carregamentos anteriores foram bloqueados ou apreendidos. Em outubro, os EUA advertiram o Irã contra o envio de carregamentos de mísseis para a Venezuela, e um funcionário dos EUA declarou: “Faremos todos os esforços para impedir os embarques de mísseis de longo alcance e, se de alguma forma chegarem à Venezuela, serão eliminados lá.”

O IRGC disse, “O Shahid Roudaki de combate pesado, inteligência e navio de apoio é uma cidade naval móvel que está pronta para realizar missões oceânicas com todos os equipamentos e instalações necessários, criando segurança estável de linhas de transporte marítimo e fornecendo alívio para as frotas de comércio e pesca da República Islâmica e países regionais.”

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites