Redes Sociais

Últimas

Trump aceita convite de Kim Jong-un para reunião, informa enviado sul-coreano

Marcos Rocha

Publicado

em

Imagem: Reprodução

O ditador comunista norte-coreano Kim Jong-un convidou o presidente americano Donald Trump para fazer uma reunião e o americano respondeu que sim, segundo Chung Eui-Young, Conselheiro de Segurança Nacional da Coreia do Sul, que leu uma carta em frente à Casa Branca. O encontro deve acontecer em maio deste ano, em local a ser definido. Até lá, todas as sanções serão mantidas.

Delegações de alto nível da Coreia do Sul e Coreia do Norte mantiveram um histórico contato em Pyongyang, na semana passada, e preparam outro encontro na chamada Zona Desmilitarizada entre os dois países. Representantes sul-coreanos foram encarregados de entregar em mãos ao presidente americano a carta de Kim.

Durante o encontro da semana passada, o governo norte-coreano informou estar disposto a renunciar a seu programa de armas nucleares em troca de garantias internacionais a sua segurança. 

Chung lidera a delegação sul-coreana que chegou nesta quinta-feira a Washington para informar Trump sobre os assuntos discutidos com Kim Jong-un e membros de seu governo durante o histórico encontro entre as duas Coreias em Pyongyang.

 

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política | Residente e natural de Campo Grande/MS

alan correa criação de sites