Redes Sociais

Brasil

Twitter realiza investigação interna sobre ‘robôs’ na rede e diz que “não encontrou manipulação coordenada”

Anúncio da empresa contraria acusações de parlamentares e personalidades que acusam Bolsonaro, Trump e outros políticos de sustentarem perfis robôs.

Redação

Publicado

em

Getty Images

Contrariando narrativas da esquerda, uma investigação interna do Twitter concluiu que não há presença massiva de robôs em conversas específicas na rede social.

Segundo a equipe do Twitter Comms, a investigação conduzida “não encontrou manipulação coordenada generalizada, mas seguirá acompanhando de perto essas conversas na plataforma”.

Neste domingo, 5 de abril, a rede social publicou uma ‘thread’ sobre o assunto:

“Temos visto matérias baseadas em pesquisa sobre a suposta presença massiva de robôs em conversas específicas no Twitter no Brasil. A respeito deste tema, gostaríamos de esclarecer que (segue o fio): 

Aplicativos e pesquisas de terceiros que se valem de nossa API para tentar adivinhar se contas são robôs têm se mostrado metodologicamente falhos porque só acessam sinais externos das contas;

essas informações são muito limitadas em relação àquelas de que o Twitter dispõe para determinar se uma conta é ou não uma automação indevida, o que pode levar a falsos positivos.

Inferências como essa não levam em conta as medidas defensivas do Twitter para garantir que o conteúdo automatizado não influencie as conversas na plataforma, uma vez que essas iniciativas não são refletidas em tempo real na base de dados utilizada por terceiros para pesquisa.

O Twitter conduziu uma investigação interna sobre as conclusões da pesquisa e não encontrou manipulação coordenada generalizada, mas seguirá acompanhando de perto essas conversas na plataforma.”

Em 3 de abril, a Veja e outros veículos de comunicação publicaram reportagens de uma suposta ‘pesquisa’ que acusava usuários conservadores de serem robôs na rede social.

Conexão Política é um jornal digital inteiramente compromissado com a cobertura e análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | [email protected]

alan correa criação de sites