Redes Sociais

Últimas

Tereza Cristina explica nome citado em lista da JBS

Redação

Publicado

em

Imagem: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Indicada para o Ministério da Agricultura no governo Bolsonaro, a líder da Frente Parlamentar da Agropecuária(FPA) .e engenheira agrônoma Tereza Cristina teve que explicar seu nome citado na lista de doações da JBS e de uma parceria comercial de sua família com o grupo empresarial no ramo de confinamento de gado.

A futura ministra disse ao Estadão nesta quinta-feira (8):

“A minha família arrendou (a terra) para um confinamento da JBS, que tem uma propriedade ao lado, isso há anos […]. Eu não tive doação direta da JBS, foi por via de dois parlamentares estaduais e eu era candidata a federal. As doações foram legais, tenho tranquilidade. Vou dar tratamento igual para todos. Precisamos de um país transparente.”

A atual deputada pelo DEM também acrescentou que não vê conflito de interesse em assumir a pasta da Agricultura e manter negócios com a JBS.

Ao ser perguntada sobre se estaria se sentindo desconfortável com a situação, disse: “Não. Só se eu fizesse uma coisa escondida. Está tudo dentro da lei. Não vejo problema nisso aí.”

Conexão Política é um jornal digital inteiramente compromissado com a cobertura e análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | [email protected]

alan correa criação de sites