Redes Sociais

Coreia do Sul

Sul-coreanos boicotam filme ‘Mulan’ em apoio a protestos em Hong Kong

Thaís Garcia

Publicado

em

Liu Yifei, que interpreta a protagonista "Mulan" . Imagem: Reprodução

Estudantes universitários e grupos cívicos da Coreia do Sul declararam boicote ao filme “Mulan” na quarta-feira (1) em apoio aos protestos pela democracia em Hong Kong.

Vários estudantes e grupos cívicos realizaram uma manifestação em frente à Walt Disney Co. Coreia, no sul de Seul, pedindo à empresa que desistisse de seu plano de lançar o filme na Coreia do Sul.

Os manifestantes criticaram a atriz Liu Yifei pelos comentários ‘pró-china’ que ela escreveu nas mídias sociais, enquanto os protestos pela democracia eram frequentes em Hong Kong.

“Como alguém que contribuiu para suprimir o povo de Hong Kong, ela não pode se tornar a protagonista de Mulan, que é uma história sobre a superação da discriminação”, disseram eles.

A atriz chinesa-americana de 33 anos, também conhecida como Crystal Liu, provocou polêmica no ano passado depois de expressar seu apoio à força policial de Hong Kong durante os protestos.

“Não há espaço para um filme que ignore a violência nacional na cena cinematográfica do país”, disseram eles, exigindo que a Disney e os cinemas suspendessem o lançamento do filme.

O controverso filme, centrado na heroína Mulan, que luta contra o preconceito e se torna uma guerreira, é baseado no filme de animação de 1998.

O filme foi lançado em março, mas o plano foi adiado para julho devido à pandemia do vírus chinês; e foi adiado novamente para agosto.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »
alan correa criação de sites