Redes Sociais

Últimas

STF mantém afastamento de desembargadora suspeita de beneficiar filho preso por tráfico de drogas

Marcos Rocha

Publicado

em

STF mantém afastamento de desembargadora suspeita de beneficiar filho preso por tráfico de drogas 15
Imagem: Reprodução

O ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou na última terça-feira (23) seguimento ao mandado de segurança impetrado pela desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, que tentava anular a decisão do Conselho Nacional de Justiça que a afastou do cargo no TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) e da presidência do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul.

A decisão também prejudicou a análise do pedido liminar apresentado pela magistrada, que continua fora das funções.

De acordo com o ministro Fux, a manifestação da defesa é “inadmissível, improcedente ou contrário à jurisprudência dominante ou a Súmula do Tribunal”, reconhecendo a autoridade do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) em cassar ou reformar, liminarmente, acórdão contrário à orientação firmada nos termos do art. 543-B do Código de Processo Civil.

Tânia Borges foi afastada por processo disciplinar do CNJ, com acusação de usar carro oficial e escolta para tirar o filho Breno Fernando Solon Borges da prisão após ter sido preso por tráfico de drogas e armas, em Três Lagoas (MS).

A desembargadora também estava na lista de sucessão do TJMS e seria conduzida ao cargo de presidente da corte, antes do afastamento.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política e estudante de Ciências Jurídicas.

Parceiros

alan correa criação de sites