Redes Sociais

Últimas

Senado reduz em R$ 76 bilhões a economia da reforma da Previdência

Marcos Rocha

Publicado

em

Senado reduz em R$ 76 bilhões a economia da reforma da Previdência 21
Imagem: Agência Brasil

Na noite desta segunda-feira (1º), o Senado Federal aprovou em primeiro turno o texto-base da reforma da Previdência.

A PEC foi aprovada por 56 votos a 19.

Entretanto, os senadores incluíram um destaque que reduz em R$ 76,4 bilhões a economia em dez anos com a reforma.

Com a aprovação desse trecho na proposta, a economia prevista com a reforma passa de R$ 876 bilhões para R$ 800 bilhões.

Esse destaque retirou do texto um artigo aprovado pela Câmara sobre abono salarial.

Assim, permanecerá a lei vigente.

Atualmente, o abono é pago uma vez ao ano para quem recebe até dois salários mínimos (R$ 1.996,00).

Segundo o texto aprovado pelos deputados, o pagamento do abono salarial ficaria restrito aos trabalhadores de baixa renda, que ganham até R$ 1.364,43.

O secretário de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, lamentou a mudança na PEC.

“O governo hoje tem um déficit de mais de R$ 9 bilhões no Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). São recursos que são retirados do Orçamento da União e, certamente, desfalcam a saúde, a educação, a infraestrutura, ações sociais. E isso vai continuar. Agora, é uma decisão soberana do Senado e nos cabe respeitar”, declarou.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

CONTATO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política, residente e natural de Campo Grande/MS, assistente de gabinete junto ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) e estudante de Ciências Jurídicas.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites