Redes Sociais

Brasil

Ronnie Lessa, preso pelo assassinato de Marielle Franco, é indiciado por tráfico internacional de armas

Tiago Netto

Publicado

em

Reprodução

O acusado da morte pela vereadora Marielle Franco, Ronnie Lessa, foi indiciado por tráfico internacional de armas pela Polícia Civil, segundo informações do jornal O Dia.

Segundo o delegado Marcus Amim, Ronnie Lessa comprava peças de armas da China pela internet.

O esquema consistia em encaminhar o material comprado para os Estados Unidos, onde sua filha morava.

Segundo a reportagem, ele trocava as embalagens originais e colocava em outras com o título “peças de metal” para enganar a fiscalização aeroportuária, facilitando a entrada das peças no Brasil.

Segundo o jornal O Dia, em conversa no dia 13 de agosto de 2018, a filha realizou envio fotos de uma peça de fuzil para o pai. Ele a orientava a mudar o nome do objeto para burlar a fiscalização brasileira. 

A polícia encontrou 117 fuzis incompletos e falsificados na casa de Ronnie Lessa.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites