Redes Sociais

Brasil

RJ: Helena Witzel é advogada do PSC e recebe R$ 22 mil de salário do partido

Tiago Netto

Publicado

em

Reprodução

A primeira-dama do estado do Rio, Helena Witzel, é empregada do Partido Social Cristão, legenda do governador Wilson Witzel. Advogada da sigla desde janeiro de 2019, contratada sob o regime celetista, sem exclusividade, ela tem salário atual de R$ 22.390. Segundo o partido, ela representa o PSC em 12 processos que correm em diversos tribunais.

O advogado José Carlos Tórtima, que defende Helena, diz que não há incompatibilidade no fato de ela advogar para o PSC, uma vez que o partido “é uma instituição de direito privado e ela não está prestando serviço para o estado”.

Além desse contrato, o escritório de Helena também possui um outro de R$ 15 mil por 36 meses com a empresa DPAD, instituição investigada na Operação Placebo.

O contrato foi citado na decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que autorizou a Operação Placebo, deflagrada anteontem (27) contra Witzel e Helena. Para os investigadores, não há qualquer prova da prestação de serviços do escritório da primeira-dama para a DPAD.

Com informações, jornal Extra.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites