Redes Sociais

Estados Unidos

Repórter da Fox News elogia Amy Coney Barrett: ‘Quando você é a pessoa mais inteligente no recinto, você não precisa de anotações’

Thaís Garcia

Publicado

em

AP/ Pool

O repórter da Fox News, John Roberts, elogiou a juíza Amy Coney Barrett, dizendo que ela é “a pessoa mais inteligente no recinto”, enquanto a mídia cobria os procedimentos de questionamento do Comitê Judiciário do Senado para a confirmação da juíza indicada à Suprema Corte, que iniciou-se nesta terça-feira (13).

Roberts reagiu a um comentário feito pelo âncora do programa “Bill Hemmer Reports”, Bill Hemmer, sobre Barrett estar segurando um bloco de anotações vazio no início do dia, após ela ser questionada pelo senador republicano do Texas, John Cornyn, se ela havia levado suas anotações para responder aos questionamentos do Senado.

A nomeada do Presidente Trump ergueu um bloco de anotações em branco e respondeu sorrindo que tinha “apenas um papel timbrado que dizia ‘Senado dos Estados Unidos'”.

“Você frequentemente sabe, Bill, quando você é na verdade a pessoa mais inteligente no recinto; você não precisa de anotações”, disse Roberts. “E é claro que ela tem um conhecimento profundo e uma profunda lembrança das coisas em que esteve envolvida que desafiariam a maioria das pessoas neste planeta”.

Roberts passou a descrever como o Presidente Donald Trump tinha sido “atipicamente contido no Twitter” enquanto Barrett respondia a perguntas de senadores ao longo do dia porque “não queria ser visto como torcedor dela”.

A resposta de Barret a Cornyn provocou risos audíveis na câmara do Comitê Judiciário do Senado e reação instantânea nas redes sociais, com vários analistas conservadores e figuras da mídia comparando o episódio ao uso de anotações pelo candidato democrata à presidência, Joe Biden, durante seu primeiro debate com o Presidente Trump.

“Ao contrário de Joe Biden, Amy Coney Barrett não precisa de anotações ou de um teleprompter [teleponto] para se lembrar de suas posições”, escreveu Donald Trump Jr. no Twitter.

Depois de descrever durante os comentários na terça-feira como as últimas semanas foram “dolorosas”, Barrett respondeu, sem anotações, perguntas de senadores sobre a Lei de Cuidados Acessíveis, a Roe v. Wade, o falecido juíz Antonin Scalia e outros tópicos.

A audiência de confirmação de Barrett continua nesta quarta-feira.

Uma votação inicial do comitê sobre sua nomeação foi marcada para quinta-feira, 15 de outubro, às 9h am ET. E uma segunda votação, ainda em âmbito do comitê, está marcada para a outra quinta-feira, 22 de outubro. Já o voto final no plenário do Senado está agendado para ser dado no dia 26 de outubro e antes do dia oficial das eleições americanas.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites