Redes Sociais

Últimas

Queiroz recebeu R$ 2 milhões em 483 depósitos feitos por assessores de Flávio, diz MP

Ministério Público investiga suspeita de um esquema de ‘rachadinha’ no gabinete de Flávio na Assembleia do Rio

Redação

Publicado

em

Reprodução | SBT

Ex-assessores do senador Flávio Bolsonaro, entre eles Fabrício Queiroz, foram alvo de 24 mandados de buscas e apreensão na manhã desta quarta-feira (18).

Segundo o site O Antagonista, dados das quebras de sigilo bancários obtidos pelo MP do Rio mostram que Fabrício Queiroz recebeu R$ 2 milhões de outros 13 assessores do gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj.

A informação é de Fabio Serapião e Fabio Leite na Crusoé.

Apurações juntadas pelos promotores no pedido de busca e apreensão feito à Justiça, apontam 483 depósitos na conta bancária de Queiroz provenientes de outros assessores subordinados ao ex-deputado e filho de Jair Bolsonaro.

O período analisado foi de 2007 a 2018.

Queiroz é o alvo principal de uma investigação que busca apurar a existência de um esquema de “rachadinha” no gabinete de Flávio Bolsonaro enquanto ele era deputado estadual no Rio de Janeiro.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

alan correa criação de sites