Redes Sociais

Últimas

“Golpistas” e “golpeados” juntos até na corrupção

Redação

Publicado

em

Além dos anúncios de coligação em alguns estados entre PT e MDB, mais uma vez os “golpeados” e “golpistas” se uniram, mas desta vez para receber propina, segundo a PF.

Além dos partidos o ex-ministro Delfim Netto, teriam recebido um total de 135 milhões em propinas, para favorecer o consórcio Norte Energia.

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política.

Publicidade
2 Comentários

2 Comments

  1. SÉRGIO VIOLI

    11.03.2018 at 00:56

    Há crimes de sobra e as condenações de Dilma e Temer, “golpeada” e “golpista”, ainda que em momentos distintos, parecem ser só uma questão de tempo. Crê-se em parte dos meios político e judiciário que com o andamento natural das investigações em curso, e com a finalização do mandato do atual presidente, nenhum dos dois escape. A futura prisão de ambos, aliás, seria bastante didática ao eleitorado brasileiro e benéfica ao exercício crítico do voto para muitas eleições à frente.

  2. J.Araújo

    10.03.2018 at 21:16

    Esse comunista Aluísio Nunes, tem que deixar ministério só faz coisa errada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites