Redes Sociais

Política

Prestação de contas de David Miranda foram questionadas pelo TRE em 2016

Davy Albuquerque

Publicado

em

Reprodução | Internet

O deputado federal e marido de Glenn Greenwald, David Miranda (PSOL), entrou para a política ao se eleger vereador em 2016.

Sua prestação de contas chegou a ser questionada pelo TRE, pois David declarou possuir R$ 75 mil em bens e doou para a própria campanha R$ 250 mil – 77,7% do total arrecadado.

A Justiça Eleitoral também questionou doações menores feitas por pessoas desempregadas. Apesar das inconsistências, as contas foram aprovadas.

De acordo com o Antagonista, David Miranda informou que os valores aportados na campanha entraram em sua conta durante o processo eleitoral, decorrentes de contratos fechados para Glenn no exterior, e que depois atualizou sua prestação de contas.

Em nota, a advogada Samara Mariana de Castro reforçou:

“Os recursos próprios aplicados na campanha tiveram sua origem declarada à Justiça Eleitoral. A conta foi aprovada pelo TRE-RJ exatamente porque estava em conformidade com a legislação vigente no país.”

Colunista político e editor-chefe do Conexão Política; Fundador do Movimento Brasil Conservador. Brasileiro com orgulho, cristão por convicção, política por vocação.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites
2r1cl5phksggddln