Presidente do STJ nega 143 habeas corpus a Lula e diz que tribunal não é ‘balcão de reivindicação’

Autor: 1 comentário Compartilhar:
Imagem: STJ/Divulgação

A presente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), ministra Luarita Vaz, rejeitou nesta quarta-feira (11), mais 143 pedidos de liberdade para o ex-presidente Lula, que foram feitos por terceiros.

Na terça, ela já havia rejeitado um dos pedidos desse tipo, em decisão na qual fez críticas ao desembargador Rogério Fraveto, que mandou soltar Lula no domingo – decisão que foi posteriormente foi revertida pelo presidente do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

Segundo Laurita Vaz, “o poder judiciário não pode ser utilizado como balcão de reivindicações ou manifestações de natureza política ou ideológico-partidárias”.

Ainda está nas mãos da ministra um pedido da PGR (Procuradoria Geral da República) para que ela decida de quem é a competência para analisar os pedidos de liberdade de Lula. O pleito foi feito após várias decisões divergentes de desembargadores do TRF-4, e a PGR pugna que somente o STJ possa analisar habeas corpus ao presidiário.

Post anterior

Magno Malta anuncia que não será vice de Bolsonaro

Próximo post

Em 9 meses, número de seguidores de Bolsonaro cresceu mais de 90%, aponta DataPoder360

Você pode gostar também:

1 comentário

  1. Concordo com sua postura. Esses esquerdopatas, como de costume, sempre agem de forma a gerar confusão,baderna. Como temos um STF composto por alguns petistas, os 3 petralhas, há de se entender o porque dessa bagunça no sistema judiciário. No entanto não podemos generalizar, pois nem todos usam a TORGA VERMELHA. Esses PuTistas representam o que há de pior nesse país. Já quebraram o país em conjunto com seus aliados, mentiram, roubaram, corromperam e ainda pretendem se manter no poder. Para isso pouco se importam com o país e os brasileiros. SÃO NOJENTOS, CRIMINOSOS..

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.