Redes Sociais

Coronavírus

Presidente da Bolívia pede dia de ‘Jejum e Oração’ para superar a pandemia de coronavírus

“Para Deus nada é impossível”, diz Jeanine Áñez

Thaís Garcia

Publicado

em

AP Photo/Natacha Pisarenko

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, pediu em um vídeo transmitido pelas redes sociais para que cristãos bolivianos façam um dia de jejum e oração para combater o coronavírus chinês.

“Vamos jejuar e orar e estaremos seguros”, disse Jeanine Áñez. “Irmãos bolivianos, hoje quero lhes enviar uma mensagem de fé, porque para Deus nada é impossível e, estando com Ele, vamos superar essa pandemia”, disse  a presidente interina da Bolívia, acrescentando que ela quer que “seja um dia de jejum e oração em família”.

O vídeo foi compartilhado através de grupos do WhatsApp e nas redes sociais, e foi publicado quando a Bolívia completou 39 dias de quarentena total para o vírus chinês que infectou 1.100 pessoas, com 59 mortes e 117 recuperados, segundo as últimas informações do Worldometers.

Segundo uma fonte da igreja ‘Casa de Oración’, a atividade convocada pela presidente boliviana foi compartilhada por um dos líderes dessa comunidade religiosa e envolve todas as igrejas cristãs do país.

Não é a primeira vez que a presidente pede a ação dos cristãos no país. Em meados de março, ela já havia pedido aos cristãos bolivianos que se unissem em oração pelo país.

Assista ao vídeo em que Jeanine Áñez convoca os cristãos bolivianos para o dia de Jejum e Oração.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites