Redes Sociais

Últimas

Presa por mais de 200 abortos consegue liberdade para cuidar do filho

Marcos Rocha

Publicado

em

Reprodução | TV Globo

Uma mulher de 37 anos foi presa em Belo Horizonte por realizar mais de 200 abortos clandestinos em hotéis da capital mineira.

Luciane Fernandes, estudante de Jornalismo, cobrava até R$ 8 mil para fazer o procedimento com remédios veterinários.

A prisão ocorreu quando a mulher estava dentro de um quarto de hotel e prestes a realizar o aborto em duas mulheres, uma delas grávida de 3 meses.

A mulher ficou presa por 21 dias, mas conseguiu liberdade na Justiça par cuidar do filho de seis anos.

Um dos procedimentos realizados pela criminosa, na cidade Formiga (MG), deu errado e fez com que a gestante desse à luz uma bebê prematura e em estado grave de saúde.

Ela responderá pelo crime de aborto provocado com o consentimento de gestantes e manipulação de medicamentos sem certificado da Anvisa.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política | Residente e natural de Campo Grande/MS

alan correa criação de sites