Redes Sociais

Últimas

Polícia Federal deflagra para investigar suposta compra de votos nas eleições de 2020, em Roraima

Davy Albuquerque

Publicado

em

© Marcelo Camargo / Arquivo Agência Brasil

Nesta sexta-feira (16), a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Dejavu*, com o objetivo de apurar suposta compra de votos por um vereador de Boa Vista nas eleições de 2020, com a participação de policiais penais.

O esquema consistiria no pagamento em dinheiro e repasse de combustível por cada voto conseguido pelos agentes públicos. Estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão.

Durante as investigações, a polícia constatou a entrega de valores em uma residência e arrecadou requisições em um posto de combustível na cidade. Além disso, uma lista com mais de 600 nomes de prováveis eleitores cooptados foi encontrada pela PF.

Restou demostrando no inquérito que os policiais penais foram responsáveis pelo transporte de valores que teriam sido utilizados para comprar votos um dia antes do pleito.

* O nome da operação significa em francês já visto, em razão de semelhanças com operações anteriores da Polícia Federal.

Com informações, Polícia Federal.

Nasci no estado do Rio de Janeiro. Sou brasileiro com orgulho, cristão por convicção e política por vocação. Colunista político do Conexão Política.