Redes Sociais

Brasil

Pesquisa: brasileiros identificam-se majoritariamente com a Direita

Pesquisa também revela confiança alta nas forças armadas e baixa no Congresso.

Einsteinberg Monção

Publicado

em

Pesquisa: brasileiros identificam-se majoritariamente com a Direita 16
Reprodução / Internet / Movimento Brasil Conservador

Segundo o levantamento do Barômetro das américas, foi registrado, pela primeira vez desde 2012, que há mais brasileiros que se declaram de direita (39%) do que de esquerda (28%).

O número de direitistas é o maior já registrado desde 2006, quando a série histórica teve início.

A pesquisa também revela que 35% dos brasileiros aprovariam uma intervenção militar em um cenário de muita corrupção.

Outro dado é que 38% das pessoas acham que o presidente pode dissolver o Supremo Tribunal Federal (STF) e governar sem a Corte caso o país entre em dificuldades.

O nível de satisfação com o funcionamento da democracia no Brasil subiu.

O descontentamento representa uma queda em comparação aos números da última pesquisa, feita em 2017.

Se na época, 78% dos brasileiros não estavam satisfeitos, hoje o percentual é de 58%.

Ao mesmo tempo, a proporção dos que acreditam que a democracia é a melhor forma de governo subiu de 52% para 60%.

Ainda segundo a pesquisa, cresceu a proporção de brasileiros que respeitam as instituições políticas, passou de 41% em 2017 e saltou para 51%.

A instituição que mais gera confiança é as forças Armadas com 70%.

Os brasileiros são o segundo povo que mais aprovam os militares.

Congresso e partidos políticos estão em baixa. De acordo com o levantamento, 31% confiam no congresso e 13 % nos partidos políticos.

E para 79% dos entrevistados, mais da metade dos políticos são corruptos.

Entre janeiro e março deste ano, o Barômetro das Américas entrevistou 1.498 brasileiros em cidades de todo o país.

A pesquisa é coordenada pela Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos, e contou com apoio da Fundação Getulio Vargas (FGV) e do Ibope.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Estudante, Cristão, apreciador da liberdade.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites