Redes Sociais

China

Partido Comunista Chinês continua a reprimir cristãos, com ataques, remoção de cruzes e desmantelamento de igrejas

Thaís Garcia

Publicado

em

Reprodução

Em toda a China, o governo comunista do ditador Xi Jinping continua sua repressão contra o cristianismo, com ataques contínuos, remoção de cruzes e atividades de desmantelamento de igrejas.

Segundo a Irmandade Cristã Chinesa de Justiça (CCFR), uma igreja verificada pelo Estado localizada no distrito de Panji, na cidade de Huainan, província de Anhui, teve sua cruz removida recentemente.

Em um vídeo compartilhado pelo grupo, um trabalhador pode ser visto parado no telhado da igreja, próximo a uma escada, onde a cruz não existe mais.

É seguro assumir que esta igreja pertence à denominação Associação Patriótica dos Três Autos, sancionada pelo Estado, pois somente as igrejas aprovadas pelo governo comunista têm permissão para ter edifícios na China.

Em um post separado, a CCFR também compartilhou que uma igreja doméstica na cidade de Shangrao, na província de Jiangxi, foi danificada e estava programada para ser demolida.

Em uma foto compartilhada por um membro da igreja, o interior da igreja está danificado e os ladrilhos do teto estão espalhados por todo o chão.

De acordo com a revista Bitter Winter, o governo local na província de Jiangxi intensificou sua repressão contra igrejas domésticas, a partir de novembro passado. Várias igrejas nas cidades de Dexing, Shangrao e Fuzhou foram invadidas pelas autoridades locais e instruídas a fechar suas igrejas, a se unir à denominação decretada pelo Estado, conhecida como “Associação Patriótica dos Três Autos”, dando ao governo comunista chinês o controle sobre sua congregação, ou eles enfrentariam problemas. Alguns líderes da igreja foram detidos, forçados a assinar um acordo para parar de se reunir ou ingressar na “igreja oficial”.

A revista Bitter Winter relatou que pelo menos 70 cruzes foram removidas das igrejas desde a primavera passada e mais cruzes foram retiradas durante a pandemia.

Leia: Oficiais do governo comunista chinês de Xi Jinping atacam cristãos em igreja

Leia também: Partido Comunista Chinês continua a arrancar cruzes de igrejas na China mesmo em meio à pandemia de COVID-19

alan correa criação de sites