Redes Sociais

Coreia do Sul

Pacientes curados de coronavírus testam novamente positivo na Coreia do Sul

Segundo o diretor dos Centros Coreanos de Controle e Prevenção de Doenças, Jeong Eunkyeong, o vírus chinês provavelmente se reativou e, portanto, os pacientes não teriam sido ‘reinfectados’

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

Especialistas em saúde estão preocupados preocupam com 116 pacientes que já estavam curados e agora testaram novamente positivo para o coronavírus chinês. Investigações estão sendo feitas para descobrir se os pacientes foram infectados por uma segunda vez ou se o vírus chinês ainda estava presente no corpo e foi reativado de alguma forma.

Nas últimas 24 horas, a Coreia do Sul relatou uma queda de novas infecções por coronavírus chinês. A tendência de queda, iniciada no final da semana passada, parece continuar. Desde sexta-feira da semana passada (10), o número de novas infecções diárias permaneceu abaixo de 30.

O fato de 116 pacientes curados terem sido testados novamente positivo é preocupante para muitos especialistas.

Segundo o diretor dos Centros Coreanos de Controle e Prevenção de Doenças, Jeong Eunkyeong, o vírus chinês provavelmente se reativou e, portanto, os pacientes não teriam sido ‘reinfectados’.

Testes defeituosos ou restos do vírus no corpo

Outros especialistas dizem que isso pode ocorrer devido a testes defeituosos. Mas, segundo eles, existe a opção de que ainda haja restos do vírus nos corpos dos pacientes. Então, eles não seriam mais contagiosos e não haveria nenhum perigo para sua saúde.

No total, mais de 10.500 pessoas na Coreia do Sul foram infectadas com o coronavírus chinês, quase 950 das quais contraíram a doença no exterior. Houve 222 mortes. O pico na Coreia do Sul ocorreu em fevereiro, quando pelo menos 900 novas infecções foram registradas em um dia.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites