Redes Sociais

Últimas

OAB vai ao CNJ contra Marcelo Bretas por participação em evento gospel

Marcos Rocha

Publicado

em

Eugenio Novaes | Leo Martins

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, apresentou reclamação no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) contra o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, responsável pela Operação Lava Jato fluminense.

O processo foi movido após o magistrado participar de um evento gospel que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e o prefeito Marcelo Crivella.

Santa Cruz sustenta que as aparições de Bretas em eventos de natureza política marcadas pela “autopromoção” são vedadas pela Lei Orgânica da Magistratura.

O presidente da OAB defende ainda afirma que o magistrado não observou a Resolução 305/2019 do Conselho Nacional de Justiça e que “demonstra simpatia e alinhamento político-partidário que compromete o conceito da sociedade em relação à independência e à imparcialidade do Poder Judiciário”.

Em texto publicado nas redes sociais na noite desta última segunda-feira (17), Marcelo Bretas afirmou que “a participação de autoridades do Poder Judiciário em eventos de igual natureza dos demais Poderes da República é muito comum, e expressa a harmonia entre esses Poderes de Estado, sem prejuízo da independência recíproca”.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política | Residente e natural de Campo Grande/MS

Parceiros

alan correa criação de sites