Redes Sociais

Últimas

“Não duvido que vamos privatizar coisas maiores, viu?”, diz Paulo Guedes a presidente da Petrobras

Marcos Rocha

Publicado

em

"Não duvido que vamos privatizar coisas maiores, viu?", diz Paulo Guedes a presidente da Petrobras 21

Nesta quinta-feira (15), o ministro Paulo Guedes (Economia) esteve no Rio de Janeiro para participar de um evento.

Durante sua fala, Guedes brincou com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, ao dizer que a privatização da estatal não está descartada por Jair Bolsonaro.

“Vamos privatizar os Correios, a Eletrobras, e não duvido que vamos privatizar coisas maiores, viu, Castello?”, disse o ministro.

Após a palestra, Paulo Guedes foi questionado sobre sua declaração.

Perguntado se a petroleira será realmente privatizada, ele respondeu:

“Eu [Guedes], durante a campanha, sempre disse que queria privatizar tudo. Minha obrigação é recompor as finanças da União. E eu estou convencido de que as empresas estatais esgotaram seu ciclo de financiamento. Elas foram perdendo a capacidade de investimento e foram ficando para trás. No caso da Petrobras, sua recuperação, frente aos US$ 600, 700 bilhões de exploração no pré-sal, ela não tem essa capacidade de investimento. Para crescer, nós precisamos de investimento privado muito forte, o que não é compatível com esses monopólios que o Estado tinha”, afirmou.

O comandante da Economia também declarou que o presidente Jair Bolsonaro está cada vez mais querendo privatizar as estatais.

“O presidente está cada vez mais ligado nessa agenda de privatizações. Dois dias atrás, fez uma brincadeira com o Salim Mattar [Secretário de Desestatização], na minha frente, e falou que ele estava dormindo, que tinha que vender uma por semana, perguntou o que ele estava fazendo no governo. ‘Por que não fechou a Velec? E os Correios, quando vai vender? Vamos correr, vamos privatizar'”.

E completou:

“Isso por enquanto é uma brincadeira, uma especulação. Falei para o Castello Branco ficar alerta, pois na velocidade que o presidente está indo, pela prensa que está dando no Salim, acho que já, já chega na Petrobras”, finalizou.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

CONTATO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política, residente e natural de Campo Grande/MS, assistente de gabinete junto ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) e estudante de Ciências Jurídicas.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites