Redes Sociais

Últimas

Motorista de aplicativo é sequestrado, torturado e morto durante corrida em São Paulo

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

O motorista de aplicativo Roger Ferreira da Silva, de 35 anos, foi encontrado morto em uma região de mata fechada entre São Paulo e Itanhaém no domingo (3).

De acordo com o G1, portal de notícias da Globo, ele estava desaparecido desde o dia 31 de dezembro.

A vítima, segundo relatos da Polícia Civil, aceitou uma corrida para três pessoas. No decorrer da viagem, Roger percebeu que tratava-se de criminosos.

O trio planejava assaltar o motorista, mas como eles não encontraram o que roubar, obrigaram Roger a pedir dinheiro aos familiares. Um primo chegou a receber um pedido de R$ 690 reais emprestado, mas não houve mais retorno de contato por parte do motorista.

No sábado (2), o carro utilizado pela vítima foi encontrado carbonizado em uma mata em Parelheiros, São Paulo.

No dia seguinte, a polícia conseguiu localizar o celular dele, além de duas pessoas envolvidas no crime. Em seguida, a polícia encontrou três suspeitos que estavam com dois cartões de banco da vítima, além de munições, um carregador de fuzil e um simulacro de pistola.

De acordo com policiais, Maicom e Jefferson, de 25 anos, e Emily, de 19 anos, confessaram o crime e foram presos em flagrante. Eles também indicaram onde estava o corpo do motorista de aplicativo.

Roger Ferreira da Silva foi encontrado com sinas de tortura. Ele era casado e pai de 5 filhos.

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites