Redes Sociais

Últimas

Ministério Público Federal rejeita teste de sanidade mental em agressor de Bolsonaro

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Imagem: Tomaz Silva | Agência Brasil

O procurador Marcelo Medina recusou a petição dos advogados de Adélio Bispo de Oliveira para a efetuação de uma análise de sanidade mental, registra O Antagonista.

Para Medina, a defesa “não forneceu qualquer elemento concreto – laudo, atestado, prescrição, prontuário, histórico de internações ou afastamentos do trabalho – que suscitasse dúvida fundada sobre a sanidade mental do investigado, como exige a lei”.

“A alegação da defesa prende-se, na essência, aos próprios motivos e circunstâncias do crime, o que, conforme a jurisprudência, não é suficiente.”

O procurador enfatiza que a sentença final é do juiz.

Estudante de Letras, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho. Brasil acima de tudo!

Publicidade
2 Comentários

2 Comments

  1. Claudia Patricio de Castro

    12.09.2018 at 10:51

    São todos mitches, coleguinhas que envergonham a classe séria e o direito.

  2. Rui Franco

    12.09.2018 at 10:27

    Por acaso essa banca é a mesma do Abestado e inconsequente do Zanin ? Vai levar uma surra igual. E não vai ser do Moro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites