Redes Sociais

Estados Unidos

Mike Pompeo receberá os ministros das Relações Exteriores da Armênia e do Azerbaidjão em Washington

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

Em meio ao conflito militar em curso na disputada região de Nagorno-Karabakh, os ministros das Relações Exteriores dos países em guerra, Armênia e Azerbaijão, se encontrarão separadamente com o Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, na sexta-feira (23), de acordo com relatos da mídia.

Em uma declaração ao site de notícias The Hill na terça-feira (21), Elin Suleymanov, a embaixadora do Azerbaidjão nos Estados Unidos, disse que o ministro das Relações Exteriores, Jeyhun Bayramov, se encontrará com Pompeo na sexta-feira, acrescentando que o convite veio do Departamento de Estado dos EUA.

Suleymanov disse ao The Hill que o encontro com Pompeo deve “abordar as negociações políticas paralisadas sobre o status de Nagorno-Karabakh”.

“A questão não é o cessar-fogo, a questão é a retomada das negociações substantivas com base no direito internacional”, acrescentou.

Enquanto isso, Grigor Hovhannissian, embaixador da Armênia nos EUA, também disse ao The Hill que os preparativos estavam em andamento para a visita do ministro das Relações Exteriores, Zohrab Mnatsakanyan, a Washington.

O enviado acrescentou que Yerevan estava pressionando os EUA a suspender a assistência militar ao Azerbaidjão e sancionar a Turquia por seu apoio a Baku.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores da Armênia, o encontro também contará com representantes da França e da Rússia.

Leia também: Azerbaidjão e Armênia: uma guerra pela ‘energia’

De acordo com documentos do governo dos Estados Unidos vistos pelo site ‘Politico’, Bayramov se encontrará com Pompeo na manhã de sexta-feira, enquanto a reunião de Mnatsakanyan ocorrerá logo depois.

No domingo (18), o Azerbaidjão e a Armênia trocaram acusações de violação do segundo cessar-fogo que entrou em vigor poucas horas antes, com o objetivo de interromper os combates na região disputada.

As acusações vieram apesar de os dois países em conflito terem acordado com a trégua.

Após negociações trilaterais entre Rússia, Azerbaidjão e Armênia que duraram mais de duas horas em Moscou, o primeiro cessar-fogo foi aplicado na região em 11 de outubro.

Os conflitos entre Azerbaidjão e Armênia eclodiram em 27 de setembro, com intensas batalhas ocorrendo em Nagorno-Karabakh, um território disputado que é internacionalmente reconhecido como parte do Azerbaidjão, mas governado pela República de Artsaque, um Estado independente de fato com uma maioria étnica armênia.

A área experimentou surtos de violência no verão de 2014, abril de 2016 e em julho deste ano.

A Armênia e o Azerbaidjão entraram em guerra pela região em 1988-94, finalmente declarando um cessar-fogo. No entanto, um acordo nunca foi alcançado.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites