Redes Sociais

Canadá

Médico constrói ventilador para ser usado por nove pacientes (com vírus chinês) ao mesmo tempo: “Funciona perfeitamente”

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: The Canadian Press

Um médico da província canadense de Ontário adaptou com sucesso um ventilador para que ele possa ser usado por nove pacientes, com vírus chinês, ao mesmo tempo. Os colegas do anestesista Alain Gauthier, o inventor em questão, o chamam de “gênio” nas mídias sociais. Um tweet sobre sua descoberta impressionante já recebeu mais de 75.000 curtidas, incluindo o chefe da Tesla, Elon Musk. Ele chama a máquina modificada de “muito interessante”.

Há uma procura mundial em andamento por respiradores adicionais para pacientes infectados pelo coronavírus chinês, que lutam pela vida em unidades de terapia intensiva. Alain Gauthier aproveitou esse desenvolvimento e criou, inspirado nos vídeos do YouTube que encontrou sobre o assunto, um sistema que permite que o tubo de um dispositivo seja dividido com segurança em acoplamentos em até nove mangueiras de oxigênio.

No entanto, segundo Gauthier, seu sistema só funciona em pacientes que têm quase o mesmo tamanho de pulmão e capacidade correspondente, disse ele à Canadian Press. Ele afirma que o ventilador reconstruído deve ser ajustado um pouco mais alto ao conectar-se a vários pacientes. Somente dessa maneira os pulmões de vários pacientes podem receber a quantidade certa de oxigênio com uma pressão uniforme.

O Dr. Alain Gauthier que improvisou uma maneira de dobrar a capacidade de ventilação do hospital rural em preparação para um possível surto do vírus chinês. The Canadian Press / HO-Alian Gauthie.

Uso somente em caso de falta de opção

A máquina ramificada ainda não está conectada aos pacientes, enfatiza o especialista do Hospital Distrital de Perth and Smiths Falls, em Ontário. Por enquanto, ainda há aparelhos suficientes no hospital. Mas o médico acha que, se a crise do vírus chinês no Canadá se tornar mais grave, ele terá que reconstruir várias máquinas em seu hospital ou em outros locais.

“Pode acontecer que, eventualmente, não haja outras opções e meu sistema tenha que ser introduzido em todo o Canadá e em outros países. Em muitos casos, funciona perfeitamente”, disse Gauthier.

O médico canadense disse que um dispositivo por paciente ainda é a opção mais adequada. Gauthier obteve seu doutorado anos atrás com um estudo sobre as possibilidades e a tecnologia por trás dos equipamentos respiratórios.

Las Vegas

Não é a primeira vez que um ventilador engenhosamente ramificado será usado. Alain Gauthier afirma que uma adaptação semelhante também foi colocada em prática após um tiroteio em 1º de outubro de 2017, na cidade americana de Las Vegas.

Stephen Paddock, de 64 anos, atirou em pessoas do seu quarto de hotel, durante um festival que acontecia na cidade naquele dia. O drama, um dos tiroteios mais violentos da história moderna dos Estados Unidos, deixou 58 mortos e 869 feridos.

Assista ao vídeo (em Inglês) que explica como usar o ventilador adaptado para salvar várias vidas.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites