Redes Sociais

Últimas

Lula é delatado no caso de Rosemary Noronha

O ex-presidente da OAS disse que em outubro de 2014, num encontro com Lula e Okamoto no Instituto Lula, ele foi pressionado pelo ex-presidente da República.

Redação

Publicado

em

Marlene Bergamo | Folhapress

Léo Pinheiro delatou Lula no caso de Rosemary Noronha.

Segundo a Folha de São Paulo, o empreiteiro relatou à Lava Jato que o chefe da ORCRIM pressionou-o pessoalmente a contratar a empresa do marido da “amiga do amigo” por 1,8 milhão de reais.

Rosemary começou a ter vínculos com o petista ainda na década de 80.

Ela era responsável pela conta bancária do petista ainda quando Lula ele era sindicalista.

Posteriormente, foi convocada por ele para assessorá-lo no PT e no governo federal.

Em 2012, Rosemary foi alvo da Operação Porto Seguro.

Relembre o caso

Em 2014, com 53 páginas do relatório do inquérito, o delegado da PF Ricardo Hiroshi Ishida apontou que “a quadrilha” agia para obter “facilidades junto a órgãos públicos por meios ilícitos”, cometendo “crimes de corrupção” para “atender interesses de empresários”.

Influência Política

Ainda de acordo com o relatório da PF na época, a atuação da ex-chefe do gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, era como um braço de influência política na estrutura da quadrilha.

De ímpeto, ela foi indiciada por tráfico de influência, corrupção passiva e falsidade ideológica.

Mas, com o andamento do caso e após o material apreendido pela PF no escritório da presidência, o delegado Ricardo Hiroshi Ishidada decidiu indiciá-la também por formação de quadrilha.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites