Redes Sociais

Últimas

Justiça reconhece vínculo trabalhista entre motoboys e app de entregas

Marcos Rocha

Publicado

em

Justiça reconhece vínculo trabalhista entre motoboys e app de entregas 16
Reprodução | Facebook | Loggi

Nesta última quinta-feira (5), a Justiça do Trabalho de São Paulo publicou uma decisão em que determina que a empresa Loggi reconheça o vínculo trabalhista dos motoboys que prestam serviço para a companhia.

A decisão é da 8ª Vara do Trabalho de São Paulo e foi movida pelo Ministério Público do Trabalho em agosto de 2018.

A Loggi opera por meio de aplicativo celular e é uma das principais empresas no ramo de delivery do país.

Em nota à imprensa, a Loggi lamentou a decisão e afirmou que vai recorrer em segunda instância.

A decisão judicial também determina que ela deixe de contratar os entregadores como autônomos, pague adicional de periculosidade e respeite o limite da jornada de trabalho a oito horas diárias, a partir do qual cabe hora extra.

Além disso, somente profissionais como motos regularizadas, e que atendam as exigências de segurança previstas em lei, deve ser admitidas pelo aplicativo.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Residente e natural de Campo Grande (MS), editor-chefe do Conexão Política e estudante de Ciências Jurídicas.

Parceiros

alan correa criação de sites