Redes Sociais

Rio de Janeiro

Justiça nega pedido do MP e autoriza reabertura de escolas privadas do Rio

Tiago Netto

Publicado

em

Fernando Frazão | Agência Brasil

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) negou a liminar do Ministério Público (MPRJ) e da Defensoria Pública do estado (DPRJ) que pedia a suspensão do retorno de aulas presenciais em escolas privadas do município do Rio de Janeiro/RJ.

Na sexta (31), o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) decidiu pela retomada das aulas de forma facultativa.

MPRJ e Defensoria alegaram que a medida trazia risco à saúde pública.

Em decisão na noite deste domingo (2), a juíza Marcia Alves Succi relembrou às instituições que o Supremo Tribunal Federal já decidiu que compete aos estados e municípios o poder de decisão sobre as regras do isolamento.

“Isto porque o STF já decidiu que compete aos estados e municípios definir regras sobre isolamento, pois, as regras constitucionais também visam à racionalidade coletiva de modo que o ente público seja capaz de coordenar as ações que se façam necessárias para o retorno das atividades presenciais sem restrições de funcionamento”, escreveu a magistrada.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites