Redes Sociais

Últimas

Justiça determina sequestro de bens de Geraldo Alckmin

Tiago Netto

Publicado

em

Wilson Dias | Agência Brasil

Geraldo Alckmin (PSDB), ex-governador de São Paulo, teve seus bens sequestrados pela Justiça Eleitoral nesta quarta-feira (5).

A determinação também alcança seu ex-secretário de Planejamento estadual, Marcos Monteiro, e o ex-assessor, Sebastião Eduardo Alves de Castro.

A medida ocorre após uma representação feita pela Polícia Federal (PF), que no dia 16 de junho concluiu a investigação que indiciou Alckmin, Marcos Monteiro e Sebastião de Castro por corrupção passiva, falsidade ideológica eleitoral, lavagem de dinheiro e caixa dois.

Os delitos foram apurados a partir de delações à Justiça dos executivos da Odebrecht.

De acordo com a decisão, o sequestro de bens tem o objetivo de “assegurar o ressarcimento ao Erário”. A quantia é de R$11.300.000,00 sobre imóveis e valores dos indiciados.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista do Conexão Política. Brasileiro com muito orgulho e apaixonado por esta nação. Cristão.

alan correa criação de sites