Redes Sociais

Últimas

Juiz arquiva ação que visava proibir indicação de Eduardo Bolsonaro ao cargo de embaixador

Marcos Rocha

Publicado

em

Juiz arquiva ação que visava proibir indicação de Eduardo Bolsonaro ao cargo de embaixador 15
Reprodução | Diário dos Campos

Nesta quarta-feira (21), o juiz André Jackson de Holanda Maurício Júnior arquivou uma ação que visava proibir o presidente Jair Bolsonaro de indicar o deputado federal Eduardo Bolsonaro para a embaixada em Washington (EUA).

A ação foi apresentada pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA).

O parlamentar sustentava que a possível indicação de Eduardo ofende aos princípios da moralidade e da impessoalidade previstos na CF/88.

O magistrado, que é titular da 1ª Vara Federal Cível da Bahia, entendeu que a ação não era cabível, uma vez que a nomeação sequer foi oficializada.

“O eventual ilícito de nepotismo somente se concretizaria com a nomeação, pelo presidente da República, de Eduardo Nantes Bolsonaro no cargo de embaixador, o que demandaria, em face do procedimento constitucionalmente estabelecido, a prévia indicação pelo Chefe do Poder Executivo Federal e a aprovação pelo Senado para exercício da função de chefe de missão diplomática de caráter permanente”, escreveu na decisão.

Antes de a decisão ser tomada pelo juiz, a Advocacia Geral da União (AGU) chegou a enviar um parecer afirmando que é prerrogativa do presidente indicar os embaixadores.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

CONTATO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política, residente e natural de Campo Grande/MS, assistente de gabinete junto ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) e estudante de Ciências Jurídicas.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites