Redes Sociais

Colunistas

Joe Biden sai vitorioso da Superterça; Warren é carta fora do baralho

Guilherme L. Campos

Publicado

em

Desacreditado por muitos devido a seu fraco desempenho político e por inúmeras gafes, Joe Biden surpreendeu e ganhou em 9 estados (talvez 10 até o fim da apuração em Maine*) que realizaram primárias na última terça-feira (3), data conhecida por Super Tuesday, ou Superterça. Após uma vitória significativa e já esperada na Carolina do Sul na semana passada, Biden levou a maioria dos estados em disputa nessa etapa.

Alabama, Arkansas, Carolina do Norte, Massachussets, Minnesota, Oklahoma, Tennessee, Texas (segundo maior número de delegados em disputa da Superterça), e Virgínia foram os estados onde o ex-vice de Barack Obama ganhou. Maine, com 91% das urnas apuradas até o fechamento dessa matéria, dava vantagem a Joe Biden (33,9%) sobre Bernie Sanders (32,9).

O socialista Bernie Sanders, candidato da ala extremista do partido Democrata, saiu vitorioso na Califórnia (maior número de delegados em disputa da Superterça), Colorado, Utah e Vermont (seu estado natal).

Mike Bloomberg ganhou na Samoa Americana, território dos EUA, levando 5 delegados. Elizabeth Warren, bem posicionada outrora na pré-campanha, não ganhou em nenhum estado, nem mesmo em Massachussets, sua residência política, e em Oklahoma, seu estado natal.

Corrida por delegados

Com o resultado da noite passada, Joe Biden ultrapassa Bernie Sanders na corrida por delegados do Partido Democrata, com 453 delegados conquistados até agora, contra 382 de Sanders, 50 de Elizabeth Waren, e 44 de Mike Bloomberg.

Para conquistar a nomeação do partido o candidato precisa ter o apoio de 1.991 delegados até o final das primárias estaduais, em 6 de junho.

Número de delegados conquistados até agora pelos pré-candidatos democratas.

Vergonha Política e Vergonha Financeira

A vergonha política da noite é toda de Elizabeth Warren, incapaz de vencer entre sua própria base eleitoral (Massachussets) e em seu estado natal (Oklahoma). Bloomberg, com mais de meio bilhão de dólares do próprio bolso investidos na campanha leva o troféu de ‘Vergonha Financeira’, uma vez que todo esse investimento lhe retornou somente 5 delegados de um pequeno território americano mais próximo da Austrália que dos EUA.

Biden x Sanders

Com o desempenho da noite passada a disputa se concentra agora claramente entre Bernie Sanders, apelidado de Crazy Bernie (Louco Bernie, em português) por Trump devido aos seus posicionamentos extremistas e sua forma um tanto peculiar de se expressar, e Joe Biden, apelidado também por Trump de Sleepy Joe (Sonolento Joe, em português), por sua falta de carisma e por inúmeras e diárias gafes cometidas em público, levantando suspeitas sobre sua real condição mental.

– – – –

* Maine, com 91% das urnas apuradas até o fechamento dessa matéria, dava vantagem a Joe Biden (33,9%) sobre Bernie Sanders (32,9).  Confirmando-se a tendência favorável a Biden, o ex-VP de Obama levaria então 10 dos 14 estados em disputa na Superterça.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Católico, Conservador, Correspondente Internacional, Observador Político e criador do 'Direto da América'. Atualmente vive no estado da Pensilvânia, Estados Unidos.

alan correa criação de sites