Redes Sociais

Últimas

Janaína Paschoal perde 50 mil seguidores nas últimas 24 horas após pedir renúncia de Bolsonaro

Deputada afirmou que se arrependeu de votar em Bolsonaro e pediu a renúncia do presidente.

Redação

Publicado

em

Reprodução | Alesp

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) perdeu cerca de 40 mil seguidores nas redes sociais nas últimas 24 horas.

Os números representam um declínio bastante expressivo, visto que a possibilidade de ‘unfollow’ pode continuar e ser ainda maior nos próximos dias.

Com base nos dados da plataforma Social Blade, Janaína perdeu de ontem para hoje:

6 mil seguidores no Facebook, 18 mil seguidores no Instagram e 26 mil seguidores no Twitter.

A queda brusca de apoiadores vem à tona após Janaína mostrar-se contrária ao Presidente Jair Bolsonaro.

Durante o expediente desta segunda-feira (16), na Assembleia Legislativa de São Paulo, a deputada foi à tribuna para tecer duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

Além disso, pediu a renúncia dele, afirmando que o vice, Hamilton Mourão, seria a melhor alternativa para o cenário atual que o Brasil vem passando.

Em seu discurso, ela citou manifestações deste último domingo (15).

“O que ele fez ontem é inadmissível. Crime contra a saúde pública. Esse senhor tem que sair da Presidência da República. Deixa o Mourão, que entende de defesa, conduzir a Nação. Não tem mais justificativa! Como um homem que está possivelmente infectado vai pro meio da multidão? Como um homem faz uma live na quinta-feira, dizendo para não ter protestos, e vai participar destes mesmos protestos no domingo?”, questionou.

Ainda em sua fala, ela disse se arrepender do voto em Bolsonaro.

“Eu me arrependi do meu voto. Que país é esse? Como é que esse homem vai lá, potencialmente contaminando as pessoas, pegando nas mãos, beijando. Ele está brincando? Ele acha que ele pode tudo? As autoridades têm que se unir e pedir pra ele se afastar. Nós não temos tempo para um processo de impeachment, nós estamos sendo invadidos por um inimigo invisível. Precisamos de pessoas capazes e competentes para conduzir a nação. E eu quero crer que o Mourão possa fazer esse trabalho por nós”.

Por outro lado, os deputados que permanecem ao lado de Jair Bolsonaro seguem sendo beneficiados nas redes sociais.

Um grupo de 9 congressistas, a exemplo de Filipe Barros, Carol de Toni, Bia Kicis, Sargento Fahur, delegado Éder Mauro, Carlos Jordy e Luiz Philippe de Orleans e Bragança continuam crescendo.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

alan correa criação de sites