Redes Sociais

Israel

Israelense desenvolve exame de olho simples que pode prevenir a cegueira

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: AEYE Health

Se depender do Dr. Zack Dvey-Aharon, em um futuro próximo as pessoas poderão dar uma passada na farmácia local para fazer um rápido exame de olho que pode detectar uma variedade de condições médicas em 120 segundos, prevenir a cegueira e até salvar vidas. O sistema foi desenvolvido por Dvey-Aharon, engenheiro de IA e cofundador da AEYE Health.

O olho pode ser uma janela para a alma, mas a retina é a janela para nossa saúde e bem-estar. Um teste de retina pode ajudar a diagnosticar uma variedade de doenças, incluindo hipertensão, doenças cardíacas, câncer, doença de Alzheimer e várias doenças que levam à perda de visão.

Mas embora a área médica saiba da importância de um teste de rastreamento de retina, poucos especialistas podem fazê-lo e poucas pessoas estão cientes de sua importância.

Teste de rastreamento de retina. Imagem AEYE Health.

A empresa AEYE Health, com escritórios em Nova York e Tel Aviv, tem a missão de criar um padrão novo, mais acessível e aprimorado para triagem de retina.

“Nossa empresa possui algoritmos para uma ampla gama de condições”, disse Dvey-Aharon à NoCamels. “Nosso objetivo é permitir que esse teste aconteça em todos os lugares – farmácias, centros de saúde, hospitais. Isso requer não apenas algoritmos precisos, mas fazê-los funcionar em condições reais.”

Condições reais em que a solução de software pode caber em todos os tipos de câmeras de scanner ocular, desde os maiores e caros encontrados em consultórios de oftalmologistas até dispositivos portáteis ou até móveis, explica Dvey-Aharon. A solução de software AI pode ser integrada em máquinas existentes e adicionada a novos dispositivos ainda não existentes no mercado.

“Nossa habilidade tecnológica é a capacidade de alcançar resultados de alta qualidade. Sensibilidade, especificidade e alta precisão para muitas indicações. Podemos trabalhar com qualquer câmera e colocamos grande ênfase em dispositivos portáteis e soluções mais baratas”, disse Dvey-Aharon.

“Se você olhar para o problema que estamos tentando resolver, 75% das pessoas não são rastreadas. Não porque não querem, mas porque não sabem ou porque é muito desafiador ou caro. O que está acontecendo é que muitos ficam cegos em poucos anos. Lidar com a cegueira é muito mais desafiadormpara a pessoa, é claro, mas também para a sociedade, o sistema de seguros, o local de trabalho e assim por diante”, disse Izik Itzhakov, VP de Desenvolvimento de Negócios da AEYE Health.

“Como uma sociedade de empreendedores de saúde, precisamos nos concentrar em fornecer as ferramentas para as pessoas e para o sistema de saúde evitar que essas coisas aconteçam”, acrescentou.

“Nosso sistema permite que os médicos detectem uma variedade de condições médicas e previnam a cegueira”, disse Dvey-Aharon.

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites