Redes Sociais

Israel

Israel assina acordo de isenção de visto com Emirados Árabes Unidos

Thaís Garcia

Publicado

em

Após o acordo de normalização mediado pelos EUA em 15 de setembro entre Israel e os Emirados Árabes Unidos, os dois países assinaram um acordo de isenção de visto nesta terça-feira (20), segundo autoridades.

Esta é a primeira vez que Israel assina tal acordo com um país árabe, informou o The Times of Israel.

O tratado foi assinado durante reuniões de alto nível e uma cerimônia em Tel Aviv com a presença do Primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, o Secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, e uma delegação sênior dos Emirados Árabes Unidos, liderada pelo Ministro da Economia, Abdulla Bin Touq Al Marri, e o Ministro dos Assuntos Financeiros, Obaid Humaid Al Tayer.

Esta é também a primeira visita de uma delegação de alto nível dos Emirados Árabes Unidos a Israel.

Segundo o novo acordo de isenção de visto, os cidadãos dos Emirados Árabes Unidos e de Israel terão permissão para entrar nos países sem ter que solicitar um visto primeiro.

No entanto, ele entrará em vigor somente após ser ratificado por ambos os países, um processo que exigirá uma votação no Parlamento israelense (Knesset).

Israel atualmente tem acordos de normalização com quatro países árabes, Egito, Jordânia, Bahrein e Emirados Árabes Unidos, mas até agora apenas este último concordou em permitir que israelenses façam visitas sem visto.

Os EUA ainda não assinaram um acordo de isenção de visto com Israel.

Além do tratado de isenção de visto, vários outros acordos bilaterais foram assinados nas áreas de aviação, proteção de investimentos e ciência e tecnologia, informou o The Times of Israel.

Os acontecimentos desta terça-feira acontecem um dia após os Emirados Árabes Unidos e Bahrein darem a aprovação parlamentar aos seus respectivos acordos de normalização com Israel.

Assista ao vídeo do momento da assinatura dos acordos bilaterais entre Israel e Emirados Árabes Unidos.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites