Redes Sociais

Coronavírus

Indonésia continuará prescrevendo a hidroxicloroquina para pacientes da covid-19

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

A Indonésia continuará a prescrever a cloroquina e a hidroxicloroquina para pacientes com coronavírus chinês, mas monitorará seu uso de perto, disse um porta-voz da força-tarefa da Indonésia COVID-19, na quinta-feira (28), depois que a OMS disse que o uso dos medicamentos deveria ser suspenso “para o tratamento de qualquer paciente com COVID-19 fora do estudo clínico”.

Com base em um estudo incongruente – que está sendo criticado por vários pesquisadores da área médica em todo o mundo – publicado na The Lancet, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou esta semana que interrompeu temporariamente seu estudo global de Solidariedade, que estava testando a hidroxicloroquina em mais de 30 países, incluindo a Indonésia.

Em um comunicado enviado pela OMS ao Ministério da Saúde da Indonésia e à associação de pneumologistas, revisado pela Reuters, o órgão global de saúde disse que o uso dos medicamentos deve ser suspenso “para o tratamento de qualquer paciente com COVID-19 fora do ensaio clínico”.

Desde o final de março, o quarto país mais populoso do mundo recomendou que a cloroquina e seu derivado, hidroxicloroquina, sejam amplamente administrados, de acordo com as diretrizes da Food and Drug Monitoring Agency (FDA).

Wiku Adismasmito, da força-tarefa nacional COVID-19 da Indonésia, disse que a Indonésia seguiria o conselho em relação ao julgamento, mas continuaria o uso geral sob rigoroso monitoramento.

“Segundo o Ministério da Saúde, as diretrizes de atendimento ao paciente publicadas pelas cinco profissões médicas estão avaliando continuamente o uso deste medicamento, com doses menores e menor duração da administração”, afirmou.

A Indonésia, disse ele, esperaria por mais conselhos da OMS sobre a segurança dos medicamentos, prevista para meados de junho.

Após algum otimismo inicial em relação à cloroquina e hidroxicloroquina, a Indonésia aumentou a produção local dos medicamentos.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites