Redes Sociais

Coronavírus

Grécia está usando coquetel com hidroxicloroquina para o tratamento da covid-19

“A hidroxicloroquina está incluída no coquetel de medicamentos que as pessoas com Covid-19 recebem em nosso país”

Thaís Garcia

Publicado

em

Chesnot/Getty

O porta-voz do Ministério da Saúde da Grécia e especialista em doenças infecciosas, Sotiris Tsiodras, disse que a hidroxicloroquina (HCQ) está sendo administrada em todos os hospitais gregos.

“Há fatos encorajadores na luta contra o novo coronavírus”, disse o médico patologista grego nascido na Austrália e especialista em doenças infecciosas, Sotiris Tsiodras.

Segundo Tsiodras, há alguns dados encorajadores sobre o uso da hidroxicloroquina que têm mostrado resultados positivos em poucos dias, como o estudo do professor e infectologista francês, Didier Raoult, que lhe permitiu ver o futuro com algum otimismo, e agora ele espera confirmá-lo através de outros estudos realizados por um grupo de trabalho especial criado especificamente para esse fim, e que atualmente se reúne sob o comando do Sr. Gargalianos, presidente da Sociedade Helênica de Infecções.

“Estou em contato com todos os médicos em todos os hospitais que tratam pacientes com o novo coronavírus. Todo mundo está tomando hidroxicloroquina. Uma equipe de pesquisa da França, liderada pelo famoso professor de doenças infecciosas, Raoult, usou um tratamento com o medicamento já usado em todos os hospitais gregos. O uso desse medicamento por seis dias resultou em 90% dos pacientes negativos para o vírus em comparação ao grupo de controle não-tratado. Do grupo dos não-tratados, 96% permaneceram positivos para o vírus naquele momento”, Disse o Sr. Tsiodras.

Tsiodras disse que há uma quantidade suficiente do medicamento HCQ disponível no mercado grego. Ele disse que pelos constantes contatos que ele mantém com todos os centros médicos do mundo, todo mundo usa a hidroxicloroquina.

“Simplesmente chegou ao nosso conhecimento. É um medicamento amplamente usado que tem sido profilaticamente usado para malária há décadas e também é administrado a categorias de pacientes com doenças reumáticas. Acredito que há uma quantidade suficiente do medicamento e ele pode e está atualmente disponível no mercado grego”, disse Tsiodras.

“Eu sei, porque estou em contato com todos os médicos de todos os hospitais que tratam pacientes com o novo coronavírus, e todo mundo está usando a hidroxicloroquina”, enfatizou Tsiodras.

Em declarações à STAR, um colaborador próximo do professor e infectologista Didier Raoult alegou que os primeiros resultados mostraram que aqueles que receberam hidroxicloroquina, após 6 dias, deram negativos para os testes de coronavírus e pararam de transmitir o vírus chinês.

Casos na Grécia

Tsiodras enfatizou que os casos na Grécia de coronavírus chinês são estimados em 2 a 3 mil, com base em modelos matemáticos.

Referindo-se ao restante da epidemia na Grécia, Tsiodras disse que 6.000 exames já foram realizados, dos quais 418 foram positivos para coronavírus chinês. Destes casos, 31 são atuais, enquanto 13 estão intubados. Todos os pacientes intubados, com idade média de 70 anos, recebem um coquetel especial de medicamentos.

“A hidroxicloroquina, aprovada para uso em pessoas com doenças reumáticas, já está incluída no coquetel de medicamentos que as pessoas com Covid-19 também recebem em nosso país”, assegurou Tsiodras.

Referindo-se ao tratamento de pacientes gravemente enfermos, Tsiodras disse que na Grécia, em termos de tratamento, aplica-se alguns dos modelos na França, como o tratamento com a hidroxicloroquina.

 

Com informações, Iefimerida e Corona24News.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites