Redes Sociais

Coronavírus

Governo do Rio pretende desmontar 3 hospitais de campanha que não foram usados

Marcos Rocha

Publicado

em

Agência Brasil

O secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Alex Bousquet, disse nesta segunda-feira (27) que o Executivo estadual pretende, ainda nesta semana, desativar os hospitais de campanha de Nova Friburgo, na Região Serrana, e de Nova Iguaçu e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

As três unidades nem chegaram a receber pacientes.

A declaração foi dada durante audiência conjunta das comissões de Fiscalização dos Gastos, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

As obras foram muito atrasadas e as unidades funcionaram apenas como reservas de leitos em caso de aumento de demanda.

Os planejamentos fazem parte de um total de sete previstos no contrato de R$ 770 milhões firmado entre a Secretaria de Estado de Saúde e a organização social Iabas.

As negociações, que ocorreram sem licitação, estão sob investigação, inclusive contra o ex-secretário Edmar Santos, que está preso.

O Iabas foi afastado da gestão.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

FALE COMIGO: [email protected] | Editor-chefe do Conexão Política | Residente e natural de Campo Grande/MS

alan correa criação de sites