Redes Sociais

Mundo

Governo do Reino Unido quer implantação de ‘certificados de imunidade à covid-19’ para que pessoas sejam liberadas à vida normal

Thaís Garcia

Publicado

em

O Governo do Reino Unido está propondo a implantação de “certificados de imunidade à covid-19″ em todo o Reino em 2021. A proposta estabelece que pessoas que contraíram covid-19 e se recuperaram, ou desenvolveram naturalmente anticorpos para combater o vírus chinês, podem receber uma espécie de certificado ou ‘passe para a liberdade” para retomar uma vida normal.

A governo britânico planeja a cobertura de passes para qualquer um que tenha dois testes negativos para COVID-19 por semana, tenha imunidade ao vírus chinês ou ainda não tenha contraído o vírus. O The Telegraph aponta que os funcionários do governo estão planejando chamar o plano de “passes de liberdade”.

Segundo o governo britânico, a estratégia seria um movimento para impulsionar a economia em dificuldades no próximo ano, permitindo que pessoas saudáveis ​​realizem atividades diárias sem serem impedidas por medidas rígidas de distanciamento social.

Um certificado digital, armazenado em um aparelho de smartphone, seria dado a alguém que atendesse aos requisitos do novo passe, disse uma fonte ao The Telegraph. “Eles vão permitir que alguém passeie pelas ruas e se alguém perguntar por que eles não estão usando máscara, eles podem mostrar o cartão, a carta ou um aplicativo”.

O parlamentar britânico, Tom Tugendhat, disse recentemente que “certamente veria o dia” em que o comprovante de vacinação seria necessário para retornar à vida normal.

“Se a vacinação funcionar e se estivermos confiantes de que é segura, e todas as indicações até agora são boas, então certamente posso ver o dia em que as empresas dirão: Olha, você tem que voltar ao escritório e se você não está vacinado, você não vai entrar”, disse Tugendhat.

Os planos para a implementação dos passes no Reino Unido estão em andamento há meses.

Em abril, o Ministro da Saúde, Matt Hancock, disse em uma coletiva de imprensa que um certificado de imunidade é uma coisa importante que eles farão e que estão atentos a isso.

“Secretário de Saúde do Reino Unido: ‘Estamos analisando um certificado de imunidade. Como as pessoas que tiveram a doença, receberam os anticorpos e, portanto, têm imunidade, podem mostrar isso e, assim, voltar … o máximo possível para uma vida normal. ” pic.twitter.com/SVLV8U2YwG
– The Hill (@thehill) 3 de abril de 2020

Os passes funcionarão como um “passaporte digital de saúde” que conterá o histórico pessoal de teste de COVID-19 e outras “informações de saúde relevantes”.

O bilionário Bill Gates tem promovido os ‘passes’ ou ‘certificados de imunidade de covid-19’ desde o início do bloqueio de COVID-19. Como no vídeo abaixo (a partir dos 34min), ele diz: “Eventualmente, podemos certificar a pessoa recuperada, a pessoa vacinada, porque você não quer pessoas se movendo pelo mundo, onde há países em que não controlaram [a doença], infelizmente, você não quer bloquear por completo a habilidade dessas pessoas de ir pra lá e voltar, e de se mover”.

alan correa criação de sites